quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

As autárquicas e as pressas!


Está decidido que, de quatro em quatro anos, o dia do meu aniversário é dia de grandes emoções. Há exactamente quatro anos, quando almoçava com os meus filhos, um telefonema pôs a mesa a estremecer de espanto. Um jornalista perguntava-me, e confirmava antes de eu responder, que era o candidato do PSD á Câmara de Lisboa. Não nos engasgámos com o peixe por milagre.Perguntei a quem de direito, depois do café, que coisa era aquela. Ninguém sabia.  Não me admirou. Eu também não sabia.
Hoje, passados quatro anos, a história passou-se ao jantar. Fui informado por um jornal que sou candidato a uma autarquia limitrofe de  Lisboa. Desta vez nem tentei telefonar. Sei que o pessoal do PSD está embrenhado na preparação do Congresso. Também estava fresca a notícia de que a minha filha Matilde teve uma grande nota no teste de História e informavam-me que o Sporting ganhara o jogo e iria defrontar o Manchester City para, desta forma, desforrar o enorme desgosto que se tem vivido no Dragão. Está certo.Quando os aniversários têm este sal, a noite é mais animada.

Sem comentários:

Enviar um comentário